Ameacas de acoes terroristas do Sendeiro Luminoso no Peru

Peru voltou a temer sobres as acoes do Sendero Luminoso nesses últimos dias, em comemoração do aniversario do primeiro ato de rebeldia.
O Sendero Luminoso surgiu em 1964, como uma dissidência ( bandeira vermelha) do Partido Comunista do Peru (PCP), sob orientação do carismático professor Abimael Guzmán ,conhecido por sua capacidade de engajar os alunos.
Na década de 1970, o Sendero Luminoso expandiu suas atividades, inicialmente restritas à província de Ayacucho, para outras universidades no Peru, ganhando força como movimento estudantil. Seguia a linha de outros movimentos revolucionários de então, ou seja: grupos estudantis de classe média ou média-baixa tentando estabelecer a revolução em bases camponesas. O exemplo mais destacado é o da revolução cubana; no Brasil desenvolvia-se algo semelhante, na chamada guerrilha do Araguaia). Após algum tempo o movimento, no entanto, tentou abandonar suas raízes na universidade e proclamou-se um "partido em reconstrução".
Em 1977, o Sendero Luminoso passou da guerrilha rural para a urbana. Nas eleições de 1980, as primeiras após doze anos de governo militar, o partido recusou-se a participar e promoveu ataques e boicote às seções eleitorais. Em maio daquele ano chegou mesmo a esboçar o começo de uma revolução efetiva.
Na epoca , o grupo cresceu tanto em membros quanto em área ocupada. Suas áreas de dominação eram o centro e o sul do Peru, além de ter presença também nos subúrbios de Lima.
Com a prisao de   Abimael Guzmán em 1992, muitos dos seguidores da organizacao se separaram, enquanto  Guzmán foi condenado a prisao perpetua.
As partes da organizacao que ainda continuam ativas, não são nada mas a sombra da pioneira, ninguém se tareve a brigar pelo controle da zone de crescimento de coca mais eficiente do mundo. Coca e o materia-prima da cocaina.
`O Sendeiro Luminoso porteje os agricultores de coca e fornece rotas seguars para as  mulas de droga` disse um observador do comercio de narcotico do Peru. Para assegurar o crescimento do cartel eles tambem exrcem p papel de aasissinos quando nescessario.
Peru e o segundo maior cultivador de coca na America latina depois da Comombia.