Ministério da Saúde da Grécia Planeja Espaços para Consumo de Drogas

Greek Parliament (Fonte: Wikimedia)

O ministério da saúde Grego está preparando uma emenda legislativa para permitir a abertura de espaços destinados ao consumo de drogas em Atenas, após a alegação de que a universidade está sobrecarregada com o uso generalizado de drogas.

Os espaços para consumo de drogas (DCRs - drug consumption rooms) – se aprovados – fornecerão um ambiente higiênico e equipamentos estéreis para as pessoas usarem drogas sob a supervisão de uma equipe médica treinada, de acordo com o jornal Grego, I Kathimerini. A equipe irá manter registros dos usuários, afirmou o Ministro da Saúde Andreas Xanthos.     

O anúncio do Ministério, no final de Outubro, veio depois que a Universidade de Atenas de Economia e Negócios avisou que talvez tivesse que fechar devido ao excesso de pessoas usando drogas na área do campus.

“Nos últimos anos, a [universidade tem enfrentado] dificuldades e problemas complexos deviso, entre outras coisas, à degradação que ocorreu na área mais ampla de suas instalações e no centro da cidade de Atenas […] devido a presença de pessoas viciadas em drogas”, um porta-voz da universidade afirmou.

“O problema [pode ser atribuido ao] policiamento insuficiente, e também diz envolve outras áreas políticas como saúde, estruturas de apoio social, higiêne, a estética da cidade e, em geral, a aplicação da lei” o porta-voz acrescentou.

Como o TalkingDrugs reportou, os DCRs oferecem uma ampla variedade de benefícios para as pessoas que não usam drogas, com exceção das que moram ou trabalham perto das instalações. Os DCRs reduzem o lixo potencialmente perigoso, melhoram o acesso do público aos serviços de emergência, podem reduzir o crime em geral e ajudam a integrar as pessoas marginalizadas na economia legítima - proporcionando benefícios financeiros para toda a sociedade.

Contudo, mais importante, os DCRs – que já foram implementados em oito países Europeus, Austrália, e Canada – comprovadamente melhoram os resultados de saúde para as pessoas que usam drogas.

Os DCRs previnem mortes por overdose, como profissionais de saúde supervisionam o uso de drogas pelas pessoas e, portanto, são capazes de administrar a naloxona - medicamento que reverte as overdoses de opióides - quando necessário. Em todo o mundo, nunca houve uma overdose fatal de droga dentro de um DCR.

Outro importante benefício da abertura dos DCRs na Grécia é que tais instalações reduzem a disseminação de doenças infeccionsas, graças ao fornecimento de equipamentos estéreis. Como o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência descobriu, a Grécia tem atualmente uma das taxas mais elevadas da UE de casos de HIV recentemente diagnosticados atribuídos ao consumo de drogas injectáveis, com Atenas apresentando uma das maiores taxas no país.

Os DCRs também ajudam grupos marginalizados, como pessoas sem-teto ou com problemas de saúde mental, oferecendo oportunidades para aprender sobre as medidas de redução de danos e as opções de tratamento. Para muitos usuários do serviço, pode ser sua única interação com profissionais da saúde.  

Após a finalização, pelo Ministério da Saúde, da emenda legislativa relativa aos DCRs, o documento será submetido ao Parlamento para consideração.